quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Mangá: Futari Ecchi

Educação sexual em Mangá

A muito tempo não atualizo, mas tive meus motivos. Um deles é que neste fim de ano está um sufoco, o outro é que não estava lendo muitos mangás e nem assistindo animês, então fiquei meio que sem assunto, mas estou voltando a ativa.

Atualmente estou lendo no PC “Midori no Hibi” (ainda), “Ai Yori Aoshi” e “Futari Ecchi”, além de muitos One-shots que baixo nos diversos sites, todos ai ao lado na lista de links.

Sobre o mangá Futari Ecchi estou achando muito interessante. Não pelo seu conteúdo ser picante, mas pelo fato de ser um manual do sexo, não como aquelas aulas de educação sexual da nossa escola, mas sim um guia completo do sexo.



Um Resumo FUTARI ECCHI





Tendo como principais um casal jovem e virgem que se casa através de um Match-Making (um encontro arranjado por casamenteiros), ambos tem 25 anos. Makoto não sabe o que fazer e nem como fazer, e Yura, sua esposa, muito menos. A partir deste momento acompanhamos o desenvolvimento da vida sexual do jovem casal, com boas dicas de posições e de comportamentos, mas é claro que não mostra apenas a vida deles na cama, mostra também o cotidiano do casal.

É claro que eles não estão completamente sozinhos nesta busca, pois contam com alguns mentores intrometidos e muito mais experientes. É o caso Rika, irmã mais nova de Yura, que tem muitos companheiros sexuais e Akira, irmão mais velho de Makoto, que é casado e muito escandaloso, vive gritando conselhos sexuais na frente de todos. Além de alguns outros como as amigas de Yura e os amigos de Makoto.

O legal do mangá, na minha opinião, é que o autor equilibra a história com suas importantes explicações e algumas pesquisas, tratando o assunto, no geral, de maneira séria. É claro que tem algumas piadinhas, mas se não tivesse seria uma leitura cansativa.

Os protagonistas não lutam contra monstros ou inimigos com poderes inimagináveis e sim contra aqueles probleminhas que atacam a qualquer ser humano, gravidez, camisinha, ejaculação precoce.

Yura é tímida e qualquer coisa a constrange, sendo mais difícil para ela agir e aceitar certas variações na cama. Bom, é meio estranho para nós ocidentais a cultura e o comportamento dos japoneses, pois é muito diferente do nosso. As vezes me dá raiva da lerdeza dos personagens, mas se você for ler, tem que compreender que nossa cultura é muito diferente da deles, acho até que o autor já teve mesmo esta intenção com o mangá, quebrar um pouco este gelo.
De uma coisa eu tenho certeza, se você ler não tem como não aprender muitas coisas importantes e interessantes para incrementar sua vida sexual.^^

DICA

Se você quiser acompanhar Futari Ecchi, baixe o mangá no site MANkÁ
o link está na lista do lado direito do blog.


Mudando de assunto.....


Falando dos mangás que compro, fiquei mais uma vez decepcionado com a JBC, pois não lançaram Negima 21 mês passado, deixando para este mês. Já li Angel Sanctuary 30 e está muito bom, estou no capítulo do julgamento da Jibrille. Voltei a me empolgar com AS, pois todos os personagens que adoro estão voltando a aparecer e o mangá está chegando o clímax.

Conde Cain está muito bom e empolgante, já comprei o volume 4 (A marca do Cordeiro escarlate), mas ainda não li (começo hoje). Fiquei feliz com a notícia que li no fórum da Panini, que dizia que eles não lançariam mais mangás no formato meio Tankohon e que terão muitas novidades para 2008, não vejo a hora hehe.

Por hoje fico por aqui, abração.

2 comentários:

Daniel Xavier disse...

puxa... tem tempo q eu keria ver esse !!! pela JBC ! maravelha.... haihai

Romantkun °-º' disse...

é eu tbm queria este mangá no Brasil...por mais que não imaginasce sua publição aqui...